quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

BMW 320i Flex montado no Brasil






O Sedã fabricado em Santa Catarina é equipado com motor 2.0 turbo de 184 cv e custa a partir de R$ 134.950

 A BMW revolucionou o cenário automotivo ao lançar o primeiro carro alemão dotado de tecnologia bicombustível. Além disso, o modelo foi  pioneiro ao estrear uma motorização dotada de turbo e injeção direta capaz de consumir etanol e/ou gasolina.
Pelo menos até setembro deste ano, data em que os setores de estamparia, soldagem e pintura da fábrica estarão concluídos, os carros serão montados em regime CKD. As carrocerias, por enquanto, vêm montadas da Áustria.


Sob o capô, o 320i Active Flex leva o conhecido motor de quatro cilindros de 2.0 litros e 16 válvulas. Apesar da adoção da tecnologia flex, o propulsor manteve os mesmos 184 cv de potência e os 27,5 kgfm de torque a 1.250 rpm da variante movida apenas a gasolina. Por conta da injeção direta, que leva o combustível à câmara de combustão sob pressão elevada, a BMW pode eliminar o reservatório auxiliar de gasolina para a partida a frio. Caso seja identificada a presença de menos de 30% de gasolina no tanque de combustível, o sistema Start-Stop é automaticamente desativado.
Esteticamente, a única diferença presente no 320i Active Flex é o emblema alusivo à tecnologia bicombustível colada na tampa do porta-malas. O sedã ostenta um visual que combina a elegância esperada de um carro desse segmento com a esportividade característica dos BMW. 



Essa veia esportiva é reforçada pela frente baixa, definida pelo capô longo e os faróis afilados em volta da inconfundível grade dividida em dois elementos. O interior também não sofreu alterações. Na cabine, motorista e passageiro dianteiro são recepcionados por bancos com regulagem elétrica e memória de posições, enquanto os demais ocupantes usufruem do sistema multimídia com Bluetooth, cuja qualidade do som merece destaque, e de alguns mimos, como saídas do ar-condicionado para quem viaja atrás. O banco traseiro, entretanto, é indicado apenas para duas pessoas, pois o túnel da transmissão limita consideravelmente o espaço para os pés do passageiro do meio.



O nível de equipamentos de série é bom, mas há alguns vacilos como as ausências de câmera de ré e teto solar (alguns carros mais baratos já contam com esses itens de série). Deixando isso de lado, o 320i Active Flex já sai de fábrica com ar-condicionado de duas zonas de resfriamento, direção elétrica, sensores de estacionamento, ganchos Isofix para a ancoragem de cadeirinhas infantis, rodas de liga leve de 17 polegadas, interior revestido em couro, faróis de xenônio com acendimento automático, sensor de chuva, entre outros. No quesito segurança, o sedã  oferece freios com ABS (anti-travamento), controles eletrônicos de estabilidade, tração e de frenagem em curvas (CBC), assistente de partida em rampas e seis airbags (frontais, laterais e cortina).






Nenhum comentário :

Postar um comentário